FANDOM


Restricted Lab

Metroid mantidos presos em estado de evolução.

O Restricted Laboratory fica localizado na zona restrita de L.E.B. É encontrado em uma área separada na parte inferior do convés principal e está ligado ao Sector 1 (SRX) e Setor 6 (NOC), o laboratório foi projetado para ser ejetado da estação no caso de uma emergência ou uma falha de segurança. A Federação Galáctica construíu-o para abrigar os Metroids criados em cativeiro, criados a partir do DNA do bebe Metroid.

Quando Samus Aran descobriu a entrada para o Laboratório restritos no Setor 6, ela provocou um alarme que repetiu a frase "Atenção: Não entrar sem autorização". Não foi possível entrar, Samus refez seus passos e imediatamente correu para o B.O.X. que ela havia encontrado no Setor 3. Após derrotá-lo, Samus absorveu o seu Core-X deixada para trás e recuperou o Wave Beam. Com o Wave Beam, ela foi capaz de invadir o laboratório restrito abrir um obturador do lado "errado".

Dentro do laboratório havia enormes tubos preenchidos com vários Metroids ainda em estado de evolução, flutuando, na sala ao lado, uma larva madura Metroid, um Alpha Metroid, um Gamma Metroid, e um Zeta Metroid estavam sendo mantidos em grandes tubos verdes que se pareciam com o bebe Metroid quando estava em um recipiente em Ceres Space Colony. Enquanto Samus estava olhando para estes em estado de choque, ela percebeu que a Federação Galáctica havia mentido para ela sobre as suas intenções com os Metroids, em vez de exterminá-los, eles estavam pesquisando e reproduzindo essas criaturas.

Como Samus continuou a explorar o laboratório, uma SA-X que estava a perseguindo entrou no laboratório restrito e abriu fogo contra os Metroids infantis em uma tentativa de destruir o seu inimigo natural. Seu plano deu errado quando os Metroids libertos a atacaram, mas o estrago estava feito, a segurança do laboratório tinha sido violada, e o sistema de emergência havia entrado em vigor. A contagem regressiva de 1 minuto para o desprendimento do Laboratório restrito começou. Samus conseguiu escapar antes de o laboratório separar-se da estação de pesquisa L.E.B. e se auto-destruído, matando a SA-X e parecem ter sido os últimos Metroids vivos em existência. É possível, no entanto, que ainda há Metroids sendo mantidos tanto pela Federação Galáctica ou Space Pirates em algum lugar. Pelo menos um Metroid escapou da destruição e rapidamente evoluiu para o Omega Metroid, mas que mais tarde foi morto por Samus quando ela estava fugindo da estação.

Os Metroids não tentam atacar Samus, simplesmente ficam voando em zig-zag, atrapalhando ela de usar seu Space Jump, para fugir do Restricted Laboratory. A razão mais provável para que os Metroids não atacam Samus é porque eles vêem como um deles devido ao DNA Metroid em seu corpo (o Omega Metroid é uma exceção).

Ao contrário do Project Metroid Warriors, do Bottle Ship que foi projetado para usar as criaturas como armas biológicas, o programa de melhoramento em L.E.B. era apenas para fins pacíficos, de acordo com Adam. Samus foi repreendida pelo computador por ser parcialmente responsável da destruição do laboratório restrito.

TriviaEditar

  • Partes de Fusion são inspirados pelo filme Alien Resurrection; um exemplo é a protagonista feminina renascer como um híbrido de si mesma e de outra espécie. Em Ressurrection, Ellen Ripley, a protagonista da série, chora quando ela mata seus últimos sete clones através da incineração no laboratório, e no final do filme quando ela libera o recém-nascido no vácuo do espaço através de uma vidraça quebrada. Ao contrário de Ripley, Samus nunca lamentou a destruição dos Metroids no laboratório restrito ou destruiu o Omega Metroid, mesmo que ela possuía DNA Metroid na época.
  • O Laboratório restrito contém muitas semelhanças com o Sector Zero de Other M; Metroids foram criados em ambos, e nenhum dos dois tinha segurança total para a criação desse ser, e ambas estações foram destruídas com sucesso.
  • É possível que uma Queen Metroid poderia ter sido criada no Laboratório restrito como Samus encontrou uma durante os eventos de Metroid: Other M. No entanto, foi também dito pela Federação que eles nunca esperavam um Metroid crescer a tais extremos em tão pouco tempo, e os métodos utilizados pela MB a crescer uma rainha fora do ambiente de SR388 nunca foram revelados a ninguém. Além disso, quando Adam se abre e revela tudo para Samus após a destruição do laboratório restrito, ele não menciona qualquer rainha a bordo da L.E.B. Tubos de amostra se estendem para o fundo, possivelmente indicando que uma rainha poderia ter sido produzido, mas não foi visto no jogo apesar de Adam não mencioná-la.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória